11 de set de 2008

Preparo

Minha carne
toda feita de enquanto.

Aguarda o encontro.
Temperada de pensamentos,
acende-aquece-fervilha-cozinha-amolece-queima...
A carne é preparo, é anunciação.
É esfomeada fenda que te saliva.

Tua carne
toda feita de encanto.

14 comentários:

Aline Aimée disse...

Saboroso

Raiz disse...

acabo de ler a " tua espera"...

mais uma coincidência linda , hein?

bjos de saudades.

Thiago disse...

carnes, contatos, peles, encanto!

pena tudo isso acabar quase sempre em pranto.

tão suave!

Mariana Ferreira disse...

não nos conhecemos.
mas esse possível pedaço de ambíguo me cativou pelo "enquanto".
sábias palavras!

bossa_velha disse...

voltarei demais. muito me apetece!

fernanda disse...

a carne humana, em seu encantador desespero.

Thiago disse...

faz um tanto bem guardar algumas coisas não é?

Sandra Regina de Souza disse...

Um poema pra desgustar!! Maravilhosamente preparado! Fico desse lado...a salivar! beijos

*** Cris *** disse...

Gosto desse uso inteligente das palavras que vc faz.
Bom fim de semana!
Vou nessa...

Dolfo disse...

Tão bonito que lembrou a doçura de minha amada namorada. Feita de puro encanto. Abraços.

aline disse...

um banquete à dois.

instantes e momentos disse...

lindo, lindo, muito bom de ler.
Parabens , gosto daqui.
maurizio

Tata disse...

Minha nossa, que coisa mais linda, Yara!

Yara disse...

"teu olhar
não me diz exato quem tu és
mas por dentro eu te devoro..."