28 de out de 2010

Pro fundo

Isto
de não ficares
nas superfícies.

O abissal
das contradições.
Tanta delicadeza e voracidade.

De ter nos olhos tristes
uma maciez, um abracismo.
Nas mãos uns colibris.

E nas mesmas mãos
trovões desejosos.
A fome de encaixar-se
tão dentro em carne.
Envenenamento.
De apertar
rente
demarcar
o branco reneg(r)ado da pele.

O teu não saber se ater
à superfície.
Ultrapassar
a margem lábio.
Mergulhar.
Pedra rompendo
pele calma
das águas minhas.

Se te levo
iaramente
fundo
em meus lagos,
cabelos, unhas, peito,
é por seres
já tão profundo.

10 comentários:

minicontosperversos disse...

Prezados Raoni e Carolina:

Para participar, é o seguinte: mandem conto(s) bom(ns) que na V Semana da Contribuição vocês estão dentro.

Abraço!

Poetas!

Elliott disse...

Pro pele

Isto
de tuas mãos
irem fundo
em minha
pele -
olhos
vorazes -
desejosos
colibris.

E nas mesmas mãos

Carla Diacov disse...

profundamente altura...


beijo!

Lara Amaral disse...

Preciso dizer que isso é lindo, lindo!

Beijo.

Juan Moravagine Carneiro disse...

agradecido pela visita ao Rembrandt

abraço

†† ÐART VAMPIRE LINCOUT†† disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
†† ÐART VAMPIRE LINCOUT†† disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
†† ÐART VAMPIRE LINCOUT†† disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
†† ÐART VAMPIRE LINCOUT†† disse...

Se levastes iaramente profundo, Encontrarás por fim, nos maiores vãos desse teu mundo,
E a ardencia darás razão
Em tão profundo lago ,jazigo abismo
Em tais só-lidas, aqui jaz afeição.

De tal maneirismo que falo,
Árduo olhos teus, que em olhares enuviados, doutros altívolos desejos,
Toldados a fonte nebrinoso se reduz

Em tais duradouras e profundas instâncias,
Cutivada as resplandecentes chamas,
Que bruxuleante saltitam levemente,
Em um por-fim, sussurando em todas e nas demais entrelinhas em nossa mente.

Sutil-mente tais Saudações

Ass; Peregrinador das Ilusões

Cel Bentin disse...

astrolábio adentro dá de resguardar o universo inteiro. é duma profundidade que aponta pro alto.