4 de mar de 2009

Poemáquina

asdfg hjklç asdfg hjklç

tec tec tec

nos dedos gregos dactilos
meus estilos
tipos grafam
tipos gritam

violenta tecla bate
tec tec
te cortando
alavanca a saltitante letra
carimbando folha branca
tec tinta tec tinta
e troca a fita
e apita
o fim de linha

se saltitantes as letras
pousam uma a uma
lino típicas
utópicas
dançarinas

se sangram grafias
fiam linhas
esses tipos
atípicos

se sustenido
o teclado
(maiu)oscula os tipos altos

eu tipifico um verso torto
atemporal
datilográfico
pterodáctilo
(vindo voando
de tempos idos)

os tipos mudam...

e eu sempre
esta máquina
de escreverso